O discurso da mídia jornalística sob a perspectiva do trabalho infantil

  • Thiago Barbosa Soares Universidade Federal do Tocantins
  • Elizangela Araújo dos Santos Fernandes Universidade Federal do Tocantins
Palabras clave: Discursos midiáticos, Trabalho Infantil, Regularidades discursivas, Brasil

Resumen

Com base no postulado da análise do discurso de linha francesa, formulada por Pêcheux (1988) de que sujeito e sentido se constituem ao mesmo tempo no movimento histórico, este artigo analisa o discurso midiático sobre o trabalho infantil no Brasil. O principal objetivo deste texto é investigar as sucessivas práticas discursivas historicamente construídas a partir de discursos que idealizam a possibilidade de uma vida futura melhor para a criança pobre na escola ou fora dela, ou seja, no mercado de trabalho e como são construídos os efeitos de sentidos pela mídia. Para tal empreitada, são investigados o que se diz e como é enunciada a exploração da mão de obra infantil e quais distinções existem no tocante à produção de sentidos quando disseminados por diferentes
veículos de difusão. Assim, o corpus deste estudo contém alguns excertos dos jornais virtuais Folha de S. Paulo (2019, 2020), O Estado de São Paulo (2019, 2020, 2021), Portal G1 (2015) e o Jornal do Tocantins (2020). Por fim, nas investigações dos enunciados trazidos à análise, observamos que o discurso midiático sobre o trabalho infantil fundamenta a manutenção da mão de obra dos menores e a perpetuação das práticas discursivas discriminantes.

|Resumen
= 39 veces | PDF
= 26 veces| HTML
= 6 veces|

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.
Publicado
2021-08-10
Cómo citar
Barbosa Soares T., & Araújo dos Santos Fernandes E. (2021). O discurso da mídia jornalística sob a perspectiva do trabalho infantil. Diálogos De Derecho Y Política, (28), 159-177. Recuperado a partir de https://revistas.udea.edu.co/index.php/derypol/article/view/347186