Percepciones de investigadores de ciencia de la información sobre los conceptos de mediación

  • Sueli Bortolin Universidade Estadual Paulista
  • Fernando Cruz Lopes Universidade Estadual Paulista
Palabras clave: Mediación de la Información, Método Delphi, Ciencia de la Información, ENANCIB

Resumen

En el siglo XX el enfoque de la Biblioteconomía y la Documentación, con la aparición de Ciencias de la Información, crea un escenario en el que los profesionales a pesar del alto uso, no tienen una comprensión clara de los conceptos y prácticas. El artículo presenta la mediación como uno de esos conceptos cuando La práctica se encuentra en una disciplina y la discusión teórica es en otro, Biblioteconomía y Documentación, respectivamente. Discute la mediación y sus diferentes concepciones en Ciencia de la Información. Pondera las ideas principales de la zona y de la reciente producción del concepto a través de la metodología Delphi para verificar si hay un consenso entre los investigadores en el campo que tenían puestos de trabajo en los últimos tres años em Encuentro Nacional de Investigación en Ciencias de la Información (ENANCIB). Genera un pensamiento sobre el concepto de que la mediación es un concepto de Ciencia de la información, con base en diferentes áreas de conocimiento donde existe interferencia del profesional, por lo que no es el acceso a la información.

|Resumen
= 50 veces | PDF
= 39 veces|

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Sueli Bortolin, Universidade Estadual Paulista

Doctorado en Ciencias de la Información - Unesp/Marília - Máster en Ciencias de la Información - Unesp/Marília - Especialización en Gestión de Unidades de Información - UEL - Licenciatura en Biblioteconomía - UEL.

Fernando Cruz Lopes, Universidade Estadual Paulista

Máster en Ciencias de la Información por la Universidad Estatal de Londrina - 2014. Licenciatura en Biblioteconomía - Universidade Estadual de Londrina - Licenciatura en Historia - Universidade Estadual Paulista

Citas

Almeida, C. C. (2012). Mediação como processo semiótico: Em busca de bases conceituais. In: ENANCIB, 13., 2012, Rio de Janeiro. Anais Digitais. [em línea]. Disponível em: http://www.eventosecongressos.com.br/metodo/enancib2012/arearestrita/pdfs/19540.pdf.

Almeida, M. A. (2008). Mediações da Cultura e da Informação: perspectivas sociais, políticas e epistemológicas. Pesq. Bras. Ci. Inf,1(1). Disponível em http://inseer.ibict.br/ancib/index.php/tpbci/article/view/6/12

Almeida Júnior, O. F. (2006). Mediação da informação: ampliando o conceito de disseminação. In: Encuentro de Educadores e Investigadores em Bibliotecologia, Archivologia, Ciências de la Información y de la Documentación de Iberoamérica y el Caribe (EDIBCIC), 7., 2006, Marília. Anais... Marília: UNESP, 2006.

Almeida Júnior, O. F. (2006). Mediação da informação e múltiplas linguagens. Pesq. Bras. Ci. Inf, 2(1). Disponível em: http://www.brapci.ufpr.br/download.php?dd0=7871

Araújo, C. A. Á. (2012) Mediação como conceito potencializador do diálogo entre a ciência da informação e os campos da Arquivologia, Biblioteconomia e Museologia. In: ENANCIB, 13., 2012, Rio de Janeiro. Anais Digitais. [em línea]. Disponível em http://www.eventosecongressos.com.br/metodo/enancib2012/arearestrita/pdfs/1925

pdf6. Bortolin, S., & Almeida Júnior, O. F. A. (2011). Mediação oral da literatura, o bibliotecário: voz, corpo, espaço, presença. In: ENANCIB, 12., 2011, Brasília. Anais Digitais. [em línea]. Disponível em http://gtancib.fci.unb.br/index.php/gt-03/2-uncategorised/171-gt03-anais-digitais-xii-enancib7. CAPRA, F. (1996). A teia da vida: uma nova compreensão científica dos sistemas vivos. São Paulo: Cultrix.

Cardoso, A. M. P. (1994) Retomando possibilidades conceituais: uma contribuição à sistematização do campo da informação social. Revista da Escola de Biblioteconomia da UFMG, 23(2). Disponível em http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/reb/

Crippa, G. (2012). Mediações literárias da Ciência da Informação: Representações e narrativas de gênero. In: ENANCIB, 13., 2012, Rio de Janeiro. Anais Digitais...[em línea] Disponível em http://www.eventosecongressos.com.br/metodo/enancib2012/arearestrita/pdfs/19207.pdf

Crippa, G., & Almeida, M. A. (2011). Mediação cultural, informação e ensino Cultural. ETD-Educação Temática Digital, 13(1). Disponível em http://www.fae.unicamp.br/revista/index.php/etd/article/view/2048/pdf_1

Cunha, M. B. A. (1984). Técnica de Delfos e a pesquisa em Biblioteconomia. R. Esc. Bibliotecon. UFMG, 13(2). Disponível em http://www.brapci.ufpr.br/documento.php?dd0=0000002905&dd1=b64cf

Davallon, J. A. (2007) Mediação: comunicação em processo? Revista Prisma.com – Revista de Ciências da Informação e da Comunicação do CETAC, (11). Disponível em http://prisma.cetac.up.pt/A_mediacao_a_comunicacao _em_processo.pdf

Demo, P. (2000). Metodologia do conhecimento científico. São Paulo: Atlas.

Dosse, F. (2003). O império do sentido: a humanização das Ciências Humanas. Bauru: EDUSC.

Lopes, F. C. (2013). O conceito de Mediação no âmbito da Ciência da Informação. 62 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biblioteconomia) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina.

Harvey, D. (2008). Condição pós-moderna: uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. São Paulo: Loyola.

Kairalla, A. S. S. (1984). Técnica Delphi para análise de um sistema de informação: estudo de viabilidade. Ci. Inf, 13(1). Disponível em http://revista.ibict.br/ciinf/index.php/ciinf/article/viewFile/1451/1070

Kuhn, T. S. (1978). A estrutura das revoluções científicas. São Paulo: Perspectiva.

Marconi, M. A., & Lakatos, E. M. (2010). Fundamentos de metodologia científica. 7. ed. São Paulo: Atlas.

Martins, A. A. L. (2010). Mediação: reflexões no campo da Ciência da Informação. Belo Horizonte: UFMG, 253 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Ciência da Informação. Disponível em http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/bitstream/1843/ECID-88MHR9/1/dissertacao_ana_amelia.pdf

Monteiro, S. D. (2006). Semiótica peirciana e a questão da informação e do conhecimento. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, n. especial. Disponível em http://www.periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/369/433

Morin, E., & Wulf, C. (2003). Planeta: a aventura desconhecida. São Paulo: Ed. UNESP.

Prodanov, C. C., & FREITAS, E. C. (2013). Métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale.

Silva, A. M. (2010). Mediações e mediadores em Ciência da Informação. Revista Prisma.Com, (9). Disponível em: http://revistas.ua.pt/index.php/prismacom/article/viewFile/700/pdf

Teixeira Coelho. (2004). Dicionário crítico de políticas culturais: cultura e imaginário. 3 ed. São Paulo: FAPESP.

Valentim, M. L. P. (2000). Atuação e perspectivas profissionais para o profissional da informação. In: Valentim, M. L. P. (Org.). O profissional da informação: formação, perfil e atuação profissional (pp. 135-152). São Paulo: Polis.

Wright, J. T. C., & Giovonazzo, R. A. (2000). Delphi: uma ferramenta de apoio ao planejamento prospectivo. Caderno de Pesquisas em Administração, 1(12). Disponível em http://www.fundacaofia.com.br/profuturo/Uploads/Documents/Artigos/art50.htm

Zins, C. (2011). Redefinindo a Ciência da Informação: da “ciência da informação” para a “ciência do conhecimento”. Inf. & Soc,21(3). Disponível em http://www.ies.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/11901/7003.

Publicado
2016-05-01
Cómo citar
Bortolin S., & Cruz Lopes F. (2016). Percepciones de investigadores de ciencia de la información sobre los conceptos de mediación. Revista Interamericana De Bibliotecología, 39(2), 121-132. https://doi.org/10.17533/udea.rib.v39n2a04
Sección
Investigaciones