A compreensão rebelde de nise da silveira: uma mulher à frente do seu tempo

  • Ana Cristina Vidal de Castro Ortiz
  • Pedro Henrique Falco Ortiz

Resumen

A médica psiquiatra brasileira Nise da Silveira chamava a si mesma “psiquiatra rebelde” por percorrer caminhos diferentes e desafiadores em sua trajetória pessoal e profissional. Considerada uma das precursoras da humanização nas terapias com pacientes diagnosticados com distúrbios mentais e psicossociais, como a esquizofrenia, foi uma mulher corajosa, desafiou colegas e o sistema estabelecido por não aceitar tratamentos violentos e desumanizantes como os que eram realizados nos hospitais psiquiátricos no Brasil. Criou o Museu de Imagens do Inconsciente, foi pioneira na arteterapia e terapia assistida por animais no Centro Psiquiátrico Pedro II, no Rio de Janeiro.

|Resumen
= 71 veces | PDF
= 62 veces|

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Ana Cristina Vidal de Castro Ortiz

Mestre em Comunicação pela Faculdade Cásper Líbero
Graduada em Direito pela Universidade Paulista (Unip)

Pedro Henrique Falco Ortiz
Doutor e mestre em Comunicação e Cultura pelo Programa de Pós-Graduação em Integração da América Latina da Universidade de São Paulo (Prolam-USP)

Citas

HIRSZMAN, Leon. 1995. É bom falar. Catálogo do Centro Cultural Banco do Brasil. Rio de Janeiro.

HIRSZMAN, Leon. 2015. Três artistas, três histórias de vida, três casos clínicos. En IMAGENS do Inconsciente (1983/1986). Instituto Moreira Salles. Rio de Janeiro. [Livreto do DVD, p. 5-19].

IMAGENS do Inconsciente (1983/1986). Em busca do espaço cotidiano/No reino das mães/A barca do sol. Direção de Leon Hirszman. 2015. Rio de Janeiro. DVD. Instituto Moreira Salles. Rio de Janeiro.

MELLO, Luiz Carlos. 2015. Nise da Silveira – caminhos de uma psiquiatra rebelde. Rio de Janeiro: Automática Edições.

NISE – O coração da loucura. 2015. Direção de Roberto Berliner. Imagem Filmes, 1 DVD (106 min.).

PEDROSA, Mário. 1947. Correio da Manhã. Rio de Janeiro.

RAMOS, Graciliano. 1954. Memórias do cárcere. Rio de Janeiro: José Olympio.

SILVEIRA, Nise. 1998. Gatos: a emoção de lidar. Rio de Janeiro: Léo Christiano Editorial.

SILVEIRA, Nise. 1992. O mundo das imagens. São Paulo: Ática.

SILVEIRA, Nise. 1992. Entrevista concedida a Dulce Pandolfi. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas.

SILVEIRA, Nise. 1987. Depoimento feito após a morte de Leon. Manuscrito. Rio de Janeiro. Arquivo Nise da Silveira – SAMII (Sociedade de Amigos do Museu de Imagens do Inconsciente).

SILVEIRA, Nise. 1987b. Entrevista concedida a Luiz Carlos Lisboa. O Estado de São Paulo, São Paulo, ano 7, n. 345. Caderno de Cultura.

SILVEIRA, Nise. 1981. Imagens do inconsciente. Rio de Janeiro: Alhambra.

SILVEIRA, Nise. 1968. Jung: vida e obra. Rio de Janeiro: José Álvaro Ed.

SILVEIRA, Nise. 1954. Doze personagens falam de um autor. Revista Manchete, Rio de Janeiro: Bloch Editores, n. 90, p. 24-27. Entrevista concedida a Darwin Brandão.

SILVEIRA, Nise. Manuscrito (197_). Arquivo Nise da Silveira – SAMII (Sociedade de Amigos do Museu de Imagens do Inconsciente).

VON FRANZ, Marie Louise. 1999. The cat: a tale for feminine redemption. Canadá: Inner City Books.

Publicado
2019-05-11
Número
Sección
Artículos