As interações homem/xenarthra: tamanduás, preguiças e tatus no folclore ameríndio

Autores/as

  • Eraldo Medeiros Costa-Neto Universidade Estadual de Feira de Santana

DOI:

https://doi.org/10.17533/udea.acbi.329656

Palabras clave:

Xenarthra, etnomastozoologia, tamanduá, preguiça, tatu

Resumen

Este artigo trata de uma compilação de dados etnozoológicos sobre mamíferos da ordem Xenarthra, visando compreender a série complexa de relações que as populações humanas mantêm com tamanduás, preguiças e tatus. Esses animais desempenham papéis importantes na dieta, folclore, língua, medicina, religião, recreação, economia e cosmología de diferentes povos ameríndios. No entanto, a crescente pressão de caça e as alterações ambientais causadas pela ação humana representam uma séria ameaça à sobrevivencia deas espécies. Uma nova relação homem/xenartros baseada no respeito por esses animais necesita ser construída a fim de que as espécies possam continuar a existir.

|Resumen
= 1185 veces | PDF
= 236 veces|

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Descargas

Publicado

2017-11-22

Cómo citar

Medeiros Costa-Neto, E. (2017). As interações homem/xenarthra: tamanduás, preguiças e tatus no folclore ameríndio. Actualidades Biológicas, 22(73), 203–213. https://doi.org/10.17533/udea.acbi.329656

Número

Sección

Artículos completos

Artículos similares

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 > >> 

También puede {advancedSearchLink} para este artículo.