Transgressões e escândalos”: as práticas jesuíticas e sua moralidade, Rio de Janeiro na segunda metade do século XVIII

  • Marcia Amantino Universidade Salgado de Oliveira
Palabras clave: devassa, economia moral, costumes, Thompson, jesuítas, Rio de Janeiro.

Resumen

A partir da obra Costumes em comum, do inglês Edward P. Thompson, este texto tem como propósito discutir as condições que tiveram os moradores que viviam próximos às fazendas jesuíticas para lutar por seus direitos. Para tanto, será utilizada como fonte principal a devassa (uma investigação judicial/religiosa), feita no ano de 1768, quando a Companhia de Jesus já estava identificada como inimiga da coroa portuguesa. Com seu poder debilitado, a população da capitania do Rio de Janeiro se sentiu mais confiante para denunciar as políticas dos padres, a violência que eles exerciam e o quanto não respeitvam os direitos, os costumes e a moral.
|Resumen
= 53 veces | PDF
= 18 veces|

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Citas

Amantino, Marcia. A Companhia de Jesus na cidade do Rio de Janeiro: o caso do Engenho Velho, século XVIII. Jundiaí: Paco Editorial, 2018.

Barreiro, José Carlos. E. P. Thompson e a historiografia brasileira: revisões críticas e projetos. Revista Projeto História. São Paulo (12), out. 1995, p. 57-75.

Fenelon, Déa Ribeiro. E. P. Thompson: História e política. Revista Projeto História. São Paulo (12), out. 1995, p. 77-93.

Fortes, Alexandre; Negro, Antonio; Fontes, Paulo. Peculiaridades de E. P. Thompson. In.: Negro, Antonio Luigi; Silva, Sergio (orgs.). E. P. Thompson: as peculiaridades dos ingleses e outros artigos. 3. ed. Campinas: Unicamp, 1998. vol. 2, p. 11-46. (Coleção Textos Didáticos).

Ginzburg, Carlo. O inquisidor como antropólogo. Revista Brasileira de História, São Paulo, v1, n.21, p 09-20, set 90/fev 91.

Leite, Serafim. História da Companhia de Jesus no Brasil. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, vol. 6, 1945.

Martins, Suely Aparecida. As contribuições teórico-metodológicas de E. P. Thompson: experiência e cultura. Em tese. Revista Eletrônica dos Pós-Graduandos em Sociologia Política da UFSC Vol. 2 nº 2 (4), agosto-dezembro/2006, p. 113-126.

Meira, Júlio Cesar. A contribuição de E. P. Thompson para os estudos históricos. Revista Expedições: Teoria da História & Historiografia, vol. 5, n. 1, janeiro-julho de 2014, p. 188-207.

Müller, Ricardo Gaspar. Razão e utopia: Thompson e a história. Tese de Doutorado em História Social. Curso de História Social, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.

Palmer, Bryan. Edward Thompson: objeções e oposições. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1996.

Silva, Eleonora Félix da. E.P. Thompson e as contribuições para a história social e os estudos sobre escravidão. 2008. Disponível em: http://www.janduarte.com.br/textos/e_p_thompson.pdf. Acessado em 06/11/2011.

Silva, Flávio Marcus da. Economia moral e abastecimento alimentar em Minas Gerais no século XVIII. Mneme- Revista de Humanidades, vol. 07, no. 16, jun./jul. de 2005, p. 17-54. Disponível em www.cerescaico.ufrn.br/mneme.

Silva, Sérgio. Thompson, Marx, os marxistas e os outros. In.: NEGRO, Antonio Luigi; SILVA, Sergio (orgs.). E. P. Thompson: as peculiaridades dos ingleses e outros artigos. 3. ed. Campinas: Unicamp, 1998. v. 2. (Coleção Textos Didáticos).

Thompson, E. P. Costumes em comum: estudos sobre a cultura popular tradicional. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

Torres-Londoño, Fernando. Sob a autoridade do pastor e a sujeição da escrita: os bispos do Sudeste do Brasil do século XVIII na documentação pastoral. História: Questões & Debates, Curitiba, n. 36, p. 161-188, 2002.

Publicado
2019-12-02