Política de Cualificación Profesional: Sus Especificidades y Mediaciones

  • Cristiane Gomes de Souza Anima Asociados Consultores
Palabras clave: trabajo, educación, Sistema Público de Empleo, Política Pública de Calificación, PLANFOR, Estado capitalista

Resumen

Este texto tiene como objeto de investigación el Plan Nacional de Formación Profesional (PLANFOR), implementado en 1995, en la lógica del empleo, en función del desempleo estructural, con recursos específicos del Fondo de Apoyo al Trabajador (FAT) en el período de mandato de Fernando Henrique Cardoso e inserto en el marco de las políticas activas del llamado Sistema Público de Empleo. Parte de la comprensión de cómo el proceso de calificación, que combina el trabajo y la educación que se desarrolla en el espacio contradictorio entre trabajo y capital, y la actuación del Estado, en los que se enfrentan intereses divergentes.

 

|Resumen
= 18 veces | PDF
= 11 veces|

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Cristiane Gomes de Souza, Anima Asociados Consultores

Cristiane Gomes de Souza. Psicóloga y Consultora. Socia propietaria de Anima Asociados Consultores. 

Citas

AMARAL, Ângela Santana do. Qualificação dos trabalhadores e estratégia de hegemonia: o emba-te de projetos classistas. Rio de Janeiro, 2005. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Univer-sidade Federal do Rio de Janeiro.

ANTUNES, Ricardo. Os sentidos do trabalho: Ensaio sobre a afirmação ea negação do trabalho. São Paulo: Boitempo, 1999, 2003b.

AZEREDO, Beatriz. Políticas Públicas de Emprego: a experiência brasileira. São Paulo: ABET, 1998.

CÊA, Geórgia Sobreira dos Santos. A Qualificação profissional entre os fios invisíveis: uma análi-se crítica do Plano Nacional e Qualificação do Trabalhador - PLANFOR. Tese de Doutorado. PUC/SP, 2003.

PLANFOR. A qualificação profissional como instrumento de regulação social: do PLANFOR ao PNQ. ANPED, 27ª RA, 2004.

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política. Trad. Regis Barbosa; Flávio R. Kothe. 3. ed. São Paulo: Nova Cultural, 1988.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO /CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Diretrizes operacio-nais para a educação profissional em nível nacional. Brasília, 1997.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Lei de diretrizes e bases da educação nacional, n. 9.394, 1996.

MINISTÉRIO DO TRABALHO. PLANFOR: Termo de referência de projetos especiais. Brasília, 1996.

MINISTÉRIO DO TRABALHO. Educação profissional: um projeto para o desenvolvimento sus-tentado. [s/l]: 1999ª.

MINISTÉRIO DO TRABALHO. Sistema Público de Emprego e educação profissional – imple-mentação de uma política integrada. Brasília, 1996.

MINISTÉRIO DO TRABALHO. PLANFOR 1996/1999. Planos e Projetos de Educação Profissio-nal. Guia de planejamento e execução. Brasília, 1997.

MINISTÉRIO DO TRABALHO. PANFLOR 2002: diretrizes e planejamento. Brasília, 2001.

MINISTÉRIO DO TRABALHO. Plano Nacional de Qualificação 2003-2007. Orientações para a elaboração dos Planos Territoriais de Qualificação – PlanTeQs 2003. Brasília, 2003.

UNITRABALHO. Relatório de Avaliação PNQ 2003. São Paulo, 1998, 2004 (mimeo).

VENTURA, Jaqueline Pereira. O PLANFOR ea educação de jovens e adultos trabalhadores: a subalternidade reiterada. Dissertação de mestrado. UFF, Niterói/RJ, 2001.

Publicado
2015-08-14
Cómo citar
Gomes de Souza C. (2015). Política de Cualificación Profesional: Sus Especificidades y Mediaciones. Revista Trabajo Social, (11), 99-119. Recuperado a partir de https://revistas.udea.edu.co/index.php/revistraso/article/view/23850
Sección
Artículos