Use of music and play in pediatric nursing care in the hospital context

Authors

  • Paula Chadi Tondatti RN, Specialist, Master's Student, School of Medicine, Universidade Estadual Paulista -UNESP, Brazil. email: pchaditondatti@hotmail.com.
  • Ione Correa RN, Ph.D., Professor, Nursing Department, School of Medicine - UNESP, Brazil. email: icorrea@fmb.unesp.br.

Keywords:

Play and playthings; music; therapeutics; music therapy.

Abstract


Objective. To identify and analyze scientific publications on the use of music and play in pediatric nursing care in the hospital context.

Method. In this bibliographic study, papers were sought that were published in Portuguese or English between 2004 and 2009 and included the descriptors: hospitalized child, childhood, child recreation, nursing team, nursing, pediatric nursing, alternatives therapies, music, music therapy, play and playthings, play therapy, playing. For the review, the bibliographic databases used were MEDLINE, ScIELO and LILACS.

Results. Seventeen publications were obtained, among which: 59% adopted a quantitative method; mainly nursing developed the activities (88%); per type of article, reviews on the theme and assessments of clinical changes associated with the use of music and play were frequent (59% and 18%, respectively); and the utility of this kind of therapies in nursing care is acknowledged (94%).

Conclusion. Play and music are useful therapies that can be used in nursing care for pediatric patients.

|Abstract
= 39 veces | RESUMEN | RESUMO
= 12 veces| | HTML (ENGLISH)
= 15 veces| | PDF (ENGLISH)
= 60 veces| | PDF (PORTUGUÊS)
= 34 veces|

Downloads

Download data is not yet available.

Metrics

Metrics Loading ...

References

(1) Sarmento MJ, Pinto M. As crianças, contexto e identidade. Braga, Portugal: Universidade do Minho Centro de estudo da criança. Bezerra; 1997. p. 33.

(2) Brasil. Estatuto da Criança e do Adolescente. Lei n 8.069 de 13/07/1990. Brasília, DF; 1995. p. 120.

(3) Borges ALA. A criança, o brincar e a interação entre pais e filhos. Rev Popular. 2008; 7:120-6.

(4) Freitas MLLU, Assis OZM. Os aspectos cognitivo e afetivo da criança avaliados por meio das manifestações da função simbólica. Ciência e Cognição. 2007; 11(4):91-109.

(5) Campestrini S. Súmula Pediátrica. Curitiba: Educa; 1991.

(6) Armelin MVAL, Minayo MC. A importância do apoio emocional às pessoas hospitalizadas: o discurso da literatura. Nursing. 2000; 3(31):22-5.

(7) Morais A, Leite T. Como promover o desenvolvimento das habilidades de reflexão fonológica dos alfabetizando. In: Morais A, Albuquerque E., Ferraz T. Alfabetização: apropriação do sistema de escrita alfabética. Belo Horizonte: Autêntica; 2005. p.71-88.

(8) Valladares ACF. Manejo arteterapêutico no pré-operatório em pediatria. Rev Eletrônica Enferm. 2004; 6(1):110-5.

(9) Azevedo DM, Santos JJS, Justino MAR, Miranda FAN, Simpson CA. O brincar enquanto instrumento terapêutico: opinião dos acompanhantes. Rev Eletrônica Enferm. 2008; 10(1):137-44.

(10) Azevedo DM, Santos JJS, Justino MAR, Miranda FAN, Simpson CA. O brincar como instrumento terapêutico na visão da equipe de saúde. Cienc Cuid Saúde. 2007; 6(3):335-41.

(11) Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Assistência à Saúde. Programa nacional de humanização da assistência à saúde. Brasília; 2000.

(12) Ferreira CCM, Remedi PP, Lima RAG. A música como recurso no cuidado à criança hospitalizada: uma intervenção possível? Rev Bras Enferm. 2006; 59(5):689-93.

(13) Faleiros F, Sadala MLA, Rocha EM. Relacionamento terapêutico com a criança no período perioperatório: utilizando do brinquedo e da dramatização. Rev Esc Enferm USP. 2002; 36(1): 58-65.

(14) Conselho Federal de Enfermagem - COFEN. Resolução COFEN n.295/2004. Dispõe sobre a utilização de técnicas do brinquedo/brinquedo terapêutico pelo enfermeiro na assistência prestada à criança hospitalizada. COREN-SP. 2004; 54:18.

(15) Leite TMC, Shimo AKK. Uso do brinquedo no hospital: o que os enfermeiros brasileiros estão estudando? Rev Esc Enferm. 2008; 42(2):389-95.

(16) Angerani VA(org). E a psicologia entrou no hospital. São Paulo. Pioneira; 1996.

(17) Kiche MT, Almeida FA. Brinquedo terapêutico:estratégia de alívio da dor e tensão durante o curativo cirúrgico em crianças. Acta Paul Enferm. 2009; 22(2):125-30.

(18) Rocha PK, Prado ML, Kusahara DM. O brinquedo terapêutico como um modo de cuidar de crianças vítimas de violência. Cienc Cuid Saúde. 2005; 4(2):171-6.

(19) Martins MR, Ribeiro CA, Borba RIH, Silva CV. Protocolo de preparo da criança pré-escolar para punção venosa, com utilização do brinquedo terapêutico. Rev. Latino-am Enferm. 2001; 9(2):76-85.

(20) Françani GM, Zilioli D, Silva PRF, Sant'ana RPM, Lima RAG. Prescrição do dia: infusão de alegria. Utilizando a arte como instrumento na assistência à criança hospitalizada. Rev. Latino-am Enferm. 1998 dez; 6(5):27-33.

(21) Santos LMCN, Borba RIH, Sabatés AL. A importância do preparo da criança pré-escolar para injeção intramuscular com o uso do brinquedo. Acta Paul Enf. 2000; 13(2):52-8.

(22) Associação Serpiá - Serviço e Programas para a infância e adolescência. [homepage da Internet] . Curitiba: Serpiá [cited 2009 July 12] . Available from: http://www.serpia.org.br/noticias/releasebrincarelei.html/.

(23) Sekeff ML. Da música, seus usos e recursos. São Paulo: Unesp; 2002.

(24) Graciano R. A música na prática terapêutica. Rev Curso Prat Canto. 2003; 2:44-5.

(25) Gonçalez DFC, Nogueira AT, Puggina ACG. O uso da música na assistência de enfermagem no Brasil: revisão bibliográfica. Cogitare Enferm. 2008; 13(4):591-6.

(26) Hatem TP, Mattos SS. O efeito da música em crianças em pós-operatório de cirurgia cardíaca. J Pediatr. 2006; 82(3):186-92.

(27) Rodrigues A. Musicoterapia: graduação e especialização. São Paulo: São Paulo, 2005 [Internet] . [cited 2009 July 12] . Available from: http://www.movimento.com/.

(28) Mateus LAS. A música facilitando a relação enfermeiro-cliente em sofrimento psíquico [Dissertation] . Ribeirão Preto: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem; 1998.

(29) Ribas JC. Música e Medicina. São Paulo: Edgraf; 1957.

(30) Sydenstricker T. Musicoterapia: uma alternativa para psicóticos. J Bras Psiquiatr. 1991; 40(10): 509-13.

(31) Mochuiute T, Lobato V. Lula sanciona a lei que obriga o ensino de música na educação básica. [Internet] São Paulo: Associação Cidade Escola Aprendiz. [cited 2009 July 9] . Available from: http://www.aprendiz.uol.com.br/.

(32) Corrêa I, Blasi DG. Utilización de la música en busca de la asistencia humanizada en el hospital. Invest Educ Enferm. 2009; 27(1):46-53.

(33) Oliveira RR, Oliveira ICS. Doutores da alegria e enfermagem no hospital. Esc. Anna Nery Rev Enferm. 2008; 12(2):230-6.

(34) Fonseca KC, Barbosa MA, Silva DG, Fonseca KV, Siqueira KM, Souza MA. Credibilidade e efeitos da música como modalidade terapêutica em saúde. Rev Eletrônica Enf. 2006; 8(3):398-403.

(35) Blasi DG, Corrêa I. Música no cuidado ao paciente hospitalizado: revisão sistematizada da literatura. Rev Paul Enf. 2007; 26(1):45-51.

(36) Andrade RLP, Pedrão LJ. Algumas considerações sobre a utilização de modalidades terapêuticas não tradicionais pelo enfermeiro na assistência de enfermagem psiquiátrica. Rev Latino-am Enferm. 2005; 13(5):737-42.

(37) Maia EBS, Ribeiro CA, Borba RIH. Brinquedo terapêutico: benefícios vivenciados por enfermeiras na prática assistencial à criança e a família. Rev Gaúcha Enferm. 2008; 29(1):39-46.

(38) Bergold LB, Alvim NAT, Cabral IE. O lugar da música no espaço do cuidado terapêutico: sensibilizando enfermeiros com a dinâmica musical. Texto Contexto Enferm. 2006; 15(2):262-9.

(39) Cintra SMP, Silva CV, Ribeiro CA. O ensino do brinquedo/brinquedo terapêutico nos cursos de graduação em enfermagem no Estado de São Paulo. Rev Bras Enferm. 2006; 59(4):497-501.

(40) Castro AS, Silva CV, Ribeiro CA. Tentando readquirir o controle: a vivência do pré-escolar no pós-operatório de postectomia. Rev Latino-am Enferm. 2004; 12(5):797-805.

Published

2012-12-11

How to Cite

Chadi Tondatti, P., & Correa, I. (2012). Use of music and play in pediatric nursing care in the hospital context. Investigación Y Educación En Enfermería, 30(3). Retrieved from https://revistas.udea.edu.co/index.php/iee/article/view/13973

Issue

Section

ORIGINAL ARTICLES / ARTÍCULOS ORIGINALES / ARTIGOS ORIGINAIS

Similar Articles

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 > >> 

You may also start an advanced similarity search for this article.