O MORFEMA -EIR- NO PORTUGUÊS BRASILEIRO CONTEMPORÂNEO

  • Natival Almeida Simões Neto Universidade Federal da Bahia
  • Juliana Soledade Barbosa Coelho Universidade Federal da Bahia
Palabras clave: .

Resumen

 

 

|Resumen
= 15 veces | PDF
= 8 veces|

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Citas

Ali, S. (1964). Gramática histórica da língua portuguesa. 7 ed. São Paulo:Melhoramentos.

Basílio, M. (1980). Estruturas lexicais do português: Uma abordagem gerativa. Petrópolis: Vozes.

Basílio, M. (2010). Abordagem gerativa e abordagem cognitiva na formaçãode palavras: considerações preliminares. Lingüística, 5, 2, 1-14, dez. 2010.Natival almeida SimõeS Neto, JuliaNa Soledade BarBoSa Coelho.

Basílio, M. (2011). Formação de palavras no português do Brasil. 3 ed. São Paulo: Contexto.

Booij, G. (2010). Construction Morphology. Language and Linguistics Compass 3/1 (2010): 1–13, 10.1111/j.1749-818x.2010.00213.x.

Botelho, L. S. et al. (2009). Uma abordagem sociocognitiva das construções agentivas em X-eiro. Em Miranda, N. S. & Salomao, M. M. (Org). Construções do português do Brasil: da gramática ao discurso. Belo Horizonte: EditoraUFMG.

Cunha, C. & Cintra, L. (1998). Breve gramática do português contemporâneo.11 ed. Lisboa: Edições João Sá da Costa.

Ferreira, A. B. de H. (2008). Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa.Curitiba: Positivo.

Houaiss, A. & Villar, M. (2009). Dicionário Eletrônico Houaiss da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva.

Nunes, J. J. (1969). Compêndio de gramática histórica portuguesa. Lisboa: Livraria Clássica Editora.

Rocha, L. C. A. (1998). Estruturas morfológicas do português. Belo Horizonte: Editora da UFMG.

Soledade, J. (2005). Semântica morfolexical contribuições para a descrição doparadigma sufixal do português arcaico. 290 f. Tese (Doutorado em Letras),Instituto de Letras, Universidade Federal da Bahia, Bahia.

Soledade, J. Experimentando esquemas: um olhar sobre a polissemia dasformações [Xi -eir-]nj no português arcaico. Em Gonçalves, C. A. V. & Almeida, M. L. L. Homenagem a Margarida Basílio (no prelo).

Viaro, M. E. (2011). A formação do significado agentivo de -eiro. En XVICongreso Internacional de la ALFAL, Alcalá de Henares.Actas del XVICongreso Internacional de la Asociación de Lingüística y Filología. (2671-2679). Alcalá de Henares: Universidad de Alcalá.

Viaro, M. E. (2009). Uma nova metodologia para dados etimológicos ediacrônicos: o problema da datação dos fenômenos. Em Torres Morais, M. A.C. R. & Andrade, M. L. C. V. de O. História do português paulista. (445-463).Campinas: Editora da Unicamp.

Publicado
2014-03-11
Cómo citar
Simões Neto N. A., & Barbosa Coelho J. S. (2014). O MORFEMA -EIR- NO PORTUGUÊS BRASILEIRO CONTEMPORÂNEO. Lingüística Y Literatura, (65), 87-111. Recuperado a partir de https://revistas.udea.edu.co/index.php/lyl/article/view/18838
Sección
Estudios lingüísticos